TELEFONE: (xx11) 2046-7157 - Horário Comercial - SP Capital
Todo o site a Pronta Entrega ( Enviamos com Seguro, entrega 100% garantida )
Nosso Facebook
(11) 9 9186-8019 - WhatsApp "OnLine"
Enviamos entre 1 à 2 dias úteis.
CNPJ: 07.415.802/0001-01 - Império das Mágicas ®
Pague por Cartão Visa Pague por Cartão MasterCard Pague por Depósito Bancário Pague por Depósito Bancário
Novidades
Bom Dia Visitante, Estamos no Ar Desde 09/2001
             Seja Bem-vindo ao Império da Mágica
Documento sem título

:: Mágico Doug Henning ::
Nome: Douglas James Henning
Data de Nasc.: 03/05/1947

Entre 1975 e 1984, o canal de televisão norte-americano NBC apresentou, anualmente, memoráveis shows de mágica com uma hora de duração. Ao todo, foram realizados oito programas que levaram ao mundo alguns dos mais sensacionais números de ilusionismo vistos até então. O primeiro, intitulado The World of Magic, apresentado por Bill Cosby e Gene Kelly, foi ao ar em 26 de dezembro de 1975 e foi visto por 50 milhões de pessoas. O grande sucesso do show levou ao planejamento do segundo da série, que passou a trazer no título o nome de seu astro principal: Doug Henning's World of Magic.
Em maio de 1974, o mágico canadense Doug Henning causou uma reviravolta ao lançar no Cort Theater, na Broadway, o espetáculo mágico-musical The Magic Show. A produção ficou quatro anos e meio em cartaz, tendo sido uma das de maior duração na história da Broadway.
Rompendo com a tradicional imagem do mágico de casaca e cartola, Doug apresentou-se ao mundo como um sorridente "hippie", de cabelos compridos e aderentes roupas coloridas. Introduziu o rock nas performances mágicas de palco e trouxe um revigorante clima de modernidade na cenografia, na iluminação e na dinâmica dos espetáculos. Muitos de seus. números eram inovadores, em especial sua versão da Metamorfose, que se tornou muito popular.
A conceituada revista MAGIC, concluiu que Doug foi o quinto mágico que mais influiu sobre os caminhos das artes mágicas nos EUA neste século; O primeiro foi Harry Houdini. Sem dúvida alguma, foi o mágico mais conhecido no mundo entre as décadas de 70 e 80.
Douglas James Henning nasceu em Winnipeg, Manitoba, no Canadá, em 3 de maio de 1947. Seu interesse pela mágica surgiu aos seis anos de idade, quando viu um mágico levitar uma mulher num programa de televisão. Logo adquiriu um kit de mágicas e começou a ler livros especializados na biblioteca local. Aos 14 anos fez sua primeira apresentação como mágico na festa de aniversário de um amigo. Ficou tão entusiasmado com a reação positiva do público que resolveu lançar-se na carreira.
Doug queria ser médico. Entrou para a Universidade McMaster com este propósito. Lá estudou a psicologia da percepção que o ajudou a compreender o poder da sugestão e o inspirou a criar algumas de suas grandes ilusões. Ele acabou não concluindo o curso para se dedicar às artes mágicas. Conseguiu uma bolsa de estudos do governo canadense no valor de US$ 4 mil e assim pode viajar para aprender mágicas com alguns dos maiores mestres de todos os tempos, tais como Dai Vernon e Slydini.
O primeiro grande show do mágico, chamado Spellbound, foi realizado no Royal Alexander Theater, em Toronto, Canadá, graças a um empréstimo bancário de US$ 5 mil, mais US$ 40 mil obtidos com a ajuda do amigo Ivan Reitman, um ex-colega da faculdade. O arriscado investimento foi um recorde de bilheteria e atraiu atenção dos produtores da Broadway.
Em 1973, Doug começou a praticar Meditação Transcendental com o fim de reduzir tensões e adquirir maior controle mental. Em 1975 conheceu pessoalmente o iogue indiano Maharishi Mahesh, criador da técnica e ex-guru dos Beatles. Os excelentes resultados que obteve com a prática da meditação fizeram com que se aprofundasse no estudo da milenar ciência védica (dos Vedas). A riqueza da cultura védica inspirou o mágico a se dedicar a um gigantesco projeto: a criação de um enorme parque temático de US$ 1.5 bilhão, denominado Maharishi Veda Land, que combinaria os ensinamentos védicos com sofisticadas ilusões mágicas e alta tecnologia de entretenimento.
Em dezembro de 1981, Doug se casou com Debby Douillard em Fairfield, Iowa, EUA. Ela o acompanhou em várias performances e, como desenhista, idealizou a programação visual dos espetáculos.
Apesar de ter colecionado grandes prêmios por seus magníficos espetáculos e de ter sido o único artista a entreter a festa de Natal da Primeira Dama Nancy Reagan, na Casa Branca, em 1986, Doug retirou-se do mundo mágico profissional para se dedicar ao projeto do parque temático. Seus equipamentos mágicos foram leiloados. A brilhante carreira do mágico tinha chegado ao fim.
O número de outubro de 1999 da revista MAGIC trouxe uma entrevista com Doug, 12 anos após sua saída do cenário mágico. Muitos cogitavam sobre sua possível volta aos palcos, mas um câncer no fígado apagou as esperanças dos seus milhões de admiradores. Doug Henning faleceu aos 52 anos, em 7 de fevereiro de 2000.
Doug escreveu o livro Houdini - His Legend and his Magic (Warner Books, 1977) em parceria com Charles Reynolds, um respeitado historiador das artes mágicas. Curiosamente, ele morreu com a mesma idade de Harry Houdini (52 = o número de cartas no baralho.

Clique para Voltar
Ir ao topo
Império da Mágica .:. Todos os direitos reservados WebMaster